Saúde bucal e coração saudável - Dicas de Saúde
Home > Dicas de Saúde > Saúde bucal e coração saudável: A relação potencial entre doenças gengivais e cardíacas

Saúde bucal e coração saudável: A relação potencial entre doenças gengivais e cardíacas

21 de dezembro de 2021 Tempo de leitura: 5 minutos

doenças gengivais

Existem diferentes teorias sendo estudadas por pesquisadores e médicos da área de saúde sobre o motivo pelo qual as doenças gengivais e as doenças cardíacas estão conectadas. Por causa desta conexão, faz sentido cuidar bem dos seus dentes e gengivas. Pensando nisso, a Philips desenvolve conteúdos e estratégias para informar e melhorar sua saúde cardíaca e bucal.

Você sabia que existe uma ligação direta entre a saúde de seus dentes e gengivas e a saúde do seu coração? Pesquisadores estão investigando o potencial relacionamento causal entre saúde bucal e a saúde geral. Embora ainda seja cedo em suas pesquisas, é importante entender as possíveis conexões e impactos para o seu bem-estar físico.

Embora sua boca e coração não pareçam estar conectados, há muitas evidências que sugerem que eles estão. De fato, as pessoas que cuidam bem de sua boca são significativamente mais propensas a ter corações e sistemas cardiovasculares mais saudáveis do que aqueles que negligenciam seus dentes e gengivas. As pessoas com rotinas de cuidados orais diárias cuidadosas tendem a levar estilos de vida mais saudáveis, em geral, mas existem várias maneiras pelas quais as condições da saúde bucal, como as doenças gengivais, podem levar diretamente a doenças cardíacas.

Como a doença gengival gera doença cardíaca

Sua boca é uma janela para o coração e até para o resto do corpo de algumas maneiras claras: Em primeiro lugar, cada vez mais pesquisas afirmam que pessoas com rotinas de higiene bucal precárias têm uma probabilidade significativamente maior de falhar em outras áreas de autocuidado, como dieta e exercícios. Questões como gengivas inchadas, gengivite e estágios iniciais da cárie dentária são indicadores importantes de condições no resto do corpo (como doença cardíaca). Em segundo lugar, as bactérias causadoras de placas e gengivas que se acumulam nas bocas mal cuidadas não ficam simplesmente dentro da boca. Bactérias que podem crescer e permanecer na boca por muito tempo podem entrar na corrente sanguínea, proporcionando um caminho potencial para o coração, estômago e até mesmo para os dedos dos pés (como indica o estudo Oral bacteria in extra-oral infections and inflammation).

Não ignore uma dor na boca

Idealmente, você já visita o dentista a cada 6 meses. Sim ou não? Bom, estatisticamente 1 em 3 adultos visita o dentista menos de uma vez por ano. Independentemente da categoria em que você se encaixar, é importante ouvir a sua boca. Qualquer que seja a sua rotina dentária, a sensibilidade e dor são indicadores-chave que você deve considerar antes de ir ao dentista. Lembre-se, problemas prolongados de saúde bucal podem não apenas permanecer problemas de saúde bucal e evoluir para problemas maiores.

Uma boa higiene bucal pode ajudar a prevenir doenças cardíacas?

Nos dias atuais, existem muitas causas de doenças cardíacas. Seria irresponsável dizer que melhorar e manter seus cuidados orais evitará o desenvolvimento de condições relacionadas ao coração. No entanto, há um crescente corpo de estudos científicos (Psychosocial stress, lifestyle, and periodontal health) apoiando a ideia de que uma boca saudável contribuirá para sua saúde e bem-estar geral.

É importante lembrar duas coisas:

  1. Tudo está conectado;
  2. Tudo começa pela sua boca;
  3. Cuide de sua boca e ela cuidará de você.

Melhores estratégias para uma melhor saúde bucal

Você provavelmente sabe que a escovação por 2 minutos, pelo menos duas vezes ao dia é ideal para uma rotina saudável de higiene bucal. O que você pode não estar ciente, porém, é que a escovação por mais de 2 minutos (3-5 minutos por sessão de escovação), mais de duas vezes por dia (por exemplo, após cada refeição), por duas semanas pode reverter o acúmulo de placa e gengivite, se detectada precocemente. O uso diário do fio dental, a lavagem com enxaguante bucal e a ingestão de uma dieta baixa em açúcar e com baixo teor de amido também ajudarão.

Você usa o fio dental com frequência? Caso negativo, considere o uso de um Philips AirFloss. O aparelho tem spray de ação tripla e foi clinicamente comprovado em limpar entre os dentes de forma tão eficaz quanto o fio dental. E, se você estiver observando o acúmulo de placas ou gengivite ao longo da linha da gengiva, mudar para uma escova de dentes elétrica é uma excelente maneira de melhorar rapidamente sua saúde bucal.

Cuide dos seus dentes, cuide de você!

Filtre por categorias

  • Dicas de Saúde
  • Dicas Femininas
  • Dicas Masculinas
  • Dicas para o Bebê

Navegue por Data

2021

Comentários

Seu comentário está aguardando aprovação...
Seja o primeiro a comentar

Relacionadas

mulher grávida
menina com escova de dentes elétrica